Nessa sexta-feira a Batata precisa de… bancos!

Largo da Batata

Cynthia Domênico como Super-Conforto, a heroína do ponto de ônibus.

Faça chuva ou faça sol, toda sexta-feira tem Batata!  Isso mesmo: alguns moradores do entorno do Largo da Batata, no bairro de Pinheiros – SP – repetem o mesmo ritual há algumas semanas:  as 18h em ponto chegam a pé ou de bicicleta, estendem cangas, colocam algumas cadeiras de praia, guarda-sóis ( que podem virar guarda-chuvas) e fazem alguma atividade combinada durante a semana.

Eles fazem parte do coletivo “A Batata precisa de você”, e ocupam o largo regularmente para chamar a atenção do poder público sobre o potencial que tem o espaço para ser um lugar de convivência e não só de passagem.

Futebol, peteca, skate e amarelinha são atividades permanentes. Um varal de histórias também é colocado com fotos antigas e do projeto do que se transformaria o espaço, bem diferente do que ficou. E cada semana um tema é escolhido para a ocupação do espaço, que já teve forró, samba, rock e karaokê.

Varal da memória

Além disso, há sempre intervenções chamando atenção para algum assunto que incomoda quem usa o local. Quando o lugar é de convivência e não de passagem, em poucas horas é possível notar a falta de mobiliários adequados, como bancos ou lixeiras por exemplo.

Numa semana, faixas de pedestres de tecido foram esticadas num ponto crítico de travessia enquanto uma guarda-bailarina fazia uma performance, que foi vista com bom humor por motoristas e pedestres.

“Já que temos que mostrar isso, que seja com bom humor”- conta a arquiteta Laura Sobral, que organiza as ações.

Na ocasião produzi um vídeo contando um pouco da ação pro “Vá de Bike”.

A “guarda-bailarina” Cynthia Domênico, numa outra ação,  se transformou na “Super-Conforto”, uma heroína do ponto de ônibus. “Escreva aqui o que este ponto precisa para ser confortável”, dizia a plaquinha colocada no ponto. Enquanto Cynthia conversava com os usuários, no papel lia-se as sugestões: “assentos confortáveis, mais área coberta, relógio com o tempo de chegada, rede wi-fi com senha aberta, máquina de recarregar bilhete que aceite cartão”.

No entanto o problema é bem maior que o próprio ponto.  Uma senhora contou que usa a mesma linha há 36 anos e já cansou de reclamar: “o ônibus passa de 2 em 2 horas e sempre vem cheio, é desanimador”- desabafou.

A SP Urbanismo esteve presente no Largo conversando com os moradores e participantes do grupo para saber qual a demanda da região.

NESTA SEXTA, HAVERÁ OFICINA PARA CONSTRUÇÃO DE BANCOS

Nesta sexta, dia 25.04, haverá oficina para construção de bancos com a colaboração do Movimento Boa Praça ( https://www.facebook.com/movimentodaboapraca?fref=ts)  e do Movimento Bancos com encosto para Sampa (https://www.facebook.com/groups/280195282094034/?fref=ts)

No mesmo bat(ata) horário, no mesmo bat(ata) local.

Leve seu guarda-sol (ou seu guarda-chuva), se tiver madeiras ou qualquer tipo de material que possa ajudar na construção de bancos leve também. E se não tiver nada pra levar, participe do mesmo jeito, afinal A Batata precisa da sua presença!

Se puder, vá de bike, senão o Largo fica bem na saída do metrô Faria Lima, que aliás, cá entre nós, deveria se chamar metrô Largo da Batata, afinal a Batata precisa de história! 🙂

Anúncios
Esse post foi publicado em cidadania, intervenção urbana, ocupação, sustentabilidade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s