Final de semana tem virada esportiva, festival de arte urbana e passeio de bicicleta

Ponto de encontro da ação que a Ciclocidade promove entre ciclistas e comerciantes do bairro. Foto: Rachel Schein

Ponto de encontro da ação que a Ciclocidade promove entre ciclistas e comerciantes do bairro. Foto: Rachel Schein

Quando eu andava de carro, chegava o final de semana e tudo o que eu queria era fugir de São Paulo. Pra isso tinha que ter uma energia e uma paciência enormes, porque além de pegar o trânsito da saída pra praia, tinha ainda o trânsito da estrada.

Toda vez que eu ia pro Rio, eu queria morar lá.

Depois da bicicleta, ficou difícil sair da cidade. Quando tem evento, é por causa deles, quando não tem, é pra curtir a cidade mesmo sem horário nem compromisso.

Num desses finais de semana, fui ao Rio. Foi a primeira vez depois que o poder público começou a atuar em prol da mobilidade por bicicletas.  Foi a primeira vez que eu tive a certeza de que eu queria voltar. De que São Paulo é mesmo a minha casa. É como se eu tivesse conseguido distinguir amor e paixão. Toda vez eu me apaixono pelo Rio, mas amo mesmo é São Paulo. 😀

Quem ainda está preso no carro, devia experimentar sair de bicicleta num final de semana por aí. Agora que tem ciclovias ficou mais fácil. Não tô falando sobre um meio de transporte.  Tô falando sobre a sensação de autonomia, liberdade e pertencimento a cidade.

E pra quem quiser curtir a cidade, esse final de semana ta cheio de atrações.

Para os ativistas:

11254141_10153026454002130_4695498889520074392_nNo sábado, dia 24, a Ciclocidade promove uma ação entre ciclistas e comerciantes, parte da campanha ” Bicicleta faz bem ao comércio“. Haverá uma distribuição dos manuais, produzidos durante a campanha, para comerciantes das ruas Vergueiro/ Liberdade.  A saída será as 10 h do CCSP , em frente a oficina Mão na Roda, na rua Vergueiro, nº 1.000.Mais informações na pagina da Ciclocidade no facebook:

https://www.facebook.com/ciclocidade?fref=ts

Aqui um dos vídeos produzidos para a campanha:

 

Para os ativistas 2:

A região da Luz, ocupada por usuários do crack, recebe o mutirão multi-cultural, com música, capoeira, pirâmide de bambu,  jardinagem, ônibus biblioteca, entre outros.

O projeto “Cidadania Rodante” nas ruas da Luz é fruto de um convênio entre a Coordenação de Direito à Cidade da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania e a Associação Sabiá.

“Cidadania Rodante atua por meio de diversas linguagens como cinema ao ar livre, grafitti, lambes com mensagens de redução de danos, música, no objetivo de ressignificar um território muito vulnerável da cidade. É uma maneira com que crianças, moradores, comerciantes, trabalhadores da saúde, usuários de crack e beneficiários do De Braços Abertos exercam o seu direito à cidade”. – afirma Marília Jahnel, Coordenadora de Promoção do Direito à Cidade.

O evento acontece na rua Helvetia, a partir das 10 h da manhã do sábado,24.

O.bra.

Empena antes de ser pintada no vale do Anhangabau

Empena antes de ser pintada no vale do Anhangabau. Foto: Rachel Schein

O festival de arte urbana O.bra reúne 9 murais colaborativos + uma instalação a partir desta sexta-feira, 23. Diversos artistas brasileiros e convidados internacionais participam das intervenções, que estão espalhadas pelo centro da cidade.

Tem passeios a pé e de bike, yoga, workshops, etc. Vale a pena entrar na página do evento pra se organizar:

https://www.facebook.com/events/1008787515838010/

Uma das empenas grafitadas no festival O.Bra.

Empena grafitada no vale do Anhangabau, parte do O.Bra. Foto: Rachel Schein

Aqui o link do passeio de bike organizado pelo Bike Tour, saindo do Largo do Arouche em cinco horários diferentes no sábado, 24:

https://www.eventbrite.com.br/e/bike-tour-sp-festival-obra-tickets-19151579891?aff=eiosdiscshrefabk&ref=eiosdiscshrefabk

Tem tour a pé também com o Thiago Ritual, do Streets of São Paulo, que é artista, grafiteiro e vai explicar um pouco sobre os murais. Saídas no sábado e domingo as 10 e as 15h, do largo do Arouche.

Virada Esportiva:

Dentro da programação da Virada, que acontece por 34 horas durante o final de semana, no domingo, 25, a Secretaria de Educação, junto com a Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação organizou o passeio ciclístico “Professor muda o mundo”, com quatro pontos de saída em diferentes pontos da cidade, todos com chegada prevista no Vale do Anhangabau.

Aqui o link para o evento:

http://portal.sme.prefeitura.sp.gov.br/Main/Noticia/Visualizar/PortalSMESP/Passeio-Ciclistico–Professor-Muda-o-Mundo

Atenção: Por causa do ENEM, a Av. Paulista estará aberta às pessoas apenas após as 13h no domingo. http://www.capital.sp.gov.br/portal/noticia/7171

O minhocão abrirá no sábado as 15h e permanece aberto ao lazer durante o domingo.

Seja pelos eventos, ou só pra curtir a cidade, saia de bike por aí. Você não tem ideia de onde pode chegar e quão rapido e divertido pode ser! 😀

 

Anúncios
Esse post foi publicado em espaços públicos, intervenção urbana, ocupação. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s