Contra o machismo e pela igualdade de direito de pedalar, Selim Cultural faz passeio em São Paulo

14639694_663549393810349_7832444720226833764_n

imagem: reprodução internet

Nós, mulheres, já sofremos assédio e preconceito quando estamos pedalando nas ruas, certo? Certo. Um passeio ciclístico seria então justamente um lugar seguro para mulheres, certo? Errado.

Depois de todo o movimento  alertando contra o machismo e contra o feminicídio ( morte de mulheres pela decorrência de gênero), uma ciclista foi vítima de uma atitude machista durante um passeio ciclístico.

O ocorrido foi na ciclovia da av Eliseu de Almeida e a vítima acabou sendo derrubada da bicicleta.

A página Selim Cultural publicou no facebook o seguinte depoimento:

“Uma coisa muito triste aconteceu ontem: uma amiga, a Tati, foi derrubada de cima da ciclovia da Eliseu de Almeida enquanto participava de um pedal. O autor da crueldade foi um senhor, que do alto do seu machismo propagava ‘mulher não pedala na minha frente’.
Após o ocorrido, Tati socorrida com escoriações leves, o senhor abandonou o pedal. ”

Para chamar a atenção sobre o ocorrido, neste dia 02 de novembro, vai rolar um pedal: o 7º passeio selim cultural Pedale como uma menina. 

“Vamos pedalar pela igualdade de direito de pedalar. Vamos pedalar como meninas, forte e com determinação. Vamos pedalar rosa, independente do gênero. Vamos pedalar com respeito e compartilhando espaço e gentileza”.  – completam o post.

O Selim Cultural é um projeto que existe desde 2014 e realiza passeios culturais pela cidade de São Paulo, apresentando atividades variadas, como exposições, arquitetura, patrimônio, gastronomia entre outros temas. Segundo a criadora do projeto Aline Riera, o grupo não é fixo: “a partir da manifestação de interesse, qualquer pessoa pode participar, bastando saber pedalar ter bicicleta e capacete”.

Aline ainda esclarece: “O Selim não tem apenas a bandeira contra o machismo. Nossa bandeira é a bike. Mas o que aconteceu foi muito grave, principalmente pelo fato dos envolvidos estarem participando de um pedal do SESC. E todos em volta ficaram assustados. Os meninos tiveram a ideia de sugerir que todos apareçam de rosa, mesmo que o mês de novembro seja o mês azul”.

O passeio será no dia 02 de novembro e a concentração está marcada as 9:30 da manhã na Rua Barão de Piracicaba, 610 – Bom Retiro, onde haverá uma visita ao espaço Porto Seguro de fotografia, que exibe a expo “Frida Kahlo, suas fotos, olhares sobre o México”. Depois o grupo seguirá para o MIS no Jardim Europa para uma visita a exposição sobre Frida Kahlo. O ingresso custa 6 reais para ambas as exposições. (Tentei comprar com antecedência, como informam no site, mas não consegui).

Compareça, pela igualdade de direito de pedalar!  Todxs convidadxs.

A recomendação é ir de rosa, mas não é obrigatório. Veja todas as infos aqui.

14732314_663782063787082_1295004943421014062_n

imagem: reprodução internet

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s